Clube de Revistas de pediatria: dezembro de 2022

Dr. Fernando Lyra

Notificação

5 de dezembro de 2022

Neste artigo

Dr. Fernando Lyra

Nesta seção o Dr. Fernando Lyra comenta estudos divulgados recentemente em publicações de impacto na área da pediatria. Membro do Departamento Científico de Cuidados Domiciliares da Sociedade de Pediatria de São Paulo, o Dr. Fernando também é especialista em administração em saúde (AMB e Sociedade Médica Brasileira de Administração em Saúde).

1.  Comparação entre radiografia de cavum e videoendoscopia nasal no diagnóstico de hipertrofia de adenoide em pacientes pediátricos

Os autores do estudo em questão avaliaram a segurança, imunogenicidade e eficácia da vacina anticovídica BNT162b2 (Pfizer/BioNtech) em adolescentes de 12 a 15 anos de idade. O trabalho contou com 2.260 participantes que foram randomizados em dois grupos: vacina (N = 1.131) e placebo (N = 1.129) administrados em duas doses (com 21 dias de intervalo entre as aplicações). Foram excluídos do estudo indivíduos com história de covid-19.

A resposta imunitária dos participantes que receberam a vacina foi comparada à de indivíduos de 16 a 25 anos de idade, sete dias após a segunda dose. Os autores concluíram que a vacinação produziu uma resposta imunitária não inferior nos participantes do estudo, e que na realidade a produção de anticorpos neutralizantes foi ainda maior.

Sete dias após a aplicação da segunda dose, nenhum participante do grupo vacinado apresentou covid-19; já no grupo placebo, foram registrados 16 casos de covid-19 no mesmo período.

Quanto ao perfil de segurança, 79% a 86% dos vacinados referiram dor no local da aplicação, 60% a 66% apresentaram fadiga e 55% a 65% apresentaram cefaleia; 0,6% dos vacinados tiveram algum evento adverso grave, sendo que um indivíduo que apresentou temperatura oral de 40,4 ºC um dia após a primeira dose da vacina (e melhorou após dois dias) e um indivíduo que apresentou cefaleia e dor no local da injeção intensas não receberam a segunda dose da vacina.

Não foram registrados eventos adversos graves relacionados à vacina, nem trombose ou reação anafilática. Poucos participantes (< 0,4%) apresentaram eventos adversos graves um mês após a segunda dose da vacina, mas nenhum foi associado à vacina.

Os autores concluíram que a vacina é segura, imunogênica e com eficácia de 100% contra a covid-19 dentro de sete dias após a segunda dose.

Para lembrar:

De forma contrária à imunização populacional contra outras doenças infectocontagiosas, a vacinação contra a covid-19 de crianças e adolescentes ficou em segundo plano em relação à dos demais grupos etários, em especial à de adultos de grupos de risco.

Vacinas seguras e eficazes são necessárias para a proteção desta parcela da população que tem tido grande comprometimento da socialização e do aprendizado presencial desde o início da epidemia, além de suas características nos permitirem analisar que a imunização seria de grande contribuição para a almejada e ainda distante imunidade "de rebanho".

Com base no presente estudo, em 10 de maio, a "vacina da Pfizer" (Pfizer/BioNTech) recebeu autorização emergencial da Food and Drug Administration (FDA) dos Estados Unidos para uso em adolescentes a partir de 12 anos.

O imunizante não deve ser administrado em indivíduos com história de reação alérgica grave a nenhum de seus componentes.

Apesar da elevada eficácia contra a covid-19 sugerida pelo estudo, é importante destacar que, até o momento, não podemos afirmar que a vacina é capaz de prevenir a transmissão do coronavírus, assim como não está claro o prazo da proteção conferida.

Devemos estimular a vacinação e aguardar os estudos em crianças menores de 12 anos, sem extrapolar os resultados aqui apresentados para a população mais nova.

Referência:
Costa Pinto Ribeiro, A., Capelo, T., De Oliveira Cardoso Ouverney, L., Laporti Brandão, G., Oliveira Nogueira, A., Masson Franck, H., & BeniniGuércio, W. (2022). Comparação entre radiografia de cavum e vídeoendoscopia nasal no diagnóstico de hipertrofia de adenóide em pacientes pediátricos. HU Revista48, 1-8. doi: 10.34019/1982-8047.2022.v48.37693

Comente

3090D553-9492-4563-8681-AD288FA52ACE
Comentários são moderados. Veja os nossos Termos de Uso

processing....