O transtorno de estresse pós-traumático é um fator de risco de doença de Parkinson em homens?

Megan Brooks

Notificação

17 de agosto de 2022

Homens com transtorno de estresse pós-traumático podem ter um risco maior de doença de Parkinson e precisam de monitoramento rigoroso para tratamento oportuno, sugere uma nova pesquisa.

O risco é maior em homens diagnosticados com transtorno de estresse pós-traumático aos 72 anos ou mais tarde, sugerindo que o transtorno de estresse pós-traumático em homens mais velhos possa ser um sintoma prodrômico de Parkinson.

O estudo foi publicado on-line em 4 de agosto no periódico JAMA Network Open.

Os achados se baseiam em dados do Maccabi Healthcare Services, o segundo maior plano de saúde de Israel.

Vínculo causal?

A pesquisadora Yael Barer, em conjunto com a Maccabitech, em Israel, e colaboradores identificaram 8.336 pacientes (52% homens) diagnosticados com transtorno de estresse pós-traumático com média de idade de 56 anos e os compararam com 8.336 pacientes sem o transtorno. Ambos os grupos foram acompanhados por uma média de tempo de cerca de 10 anos.

A doença de Parkinson surgiu em 117 pacientes com transtorno de estresse pós-traumático (1,4%) e em 79 sem o transtorno (0,9%).

Em comparação com pacientes sem transtorno de estresse pós-traumático, aqueles com o transtorno tiveram um risco 48% maior de doença de Parkinson (razão de risco ajustada [RRa] = 1,48; intervalo de confiança [IC] de 95% de 1,10 a 1,99; P = 0,01).

Em outras análises estratificadas por idade e sexo, homens diagnosticados com transtorno de estresse pós-traumático aos 72 anos ou mais tiveram um risco quase duas vezes maior de doença de Parkinson do que homens diagnosticados mais jovens (RR = 1,95; IC 95% de 1,16 a 3,28; P = 0,01).

Os achados estão de acordo com os resultados de um estudo recente entre veteranos do sexo masculino dos EUA, que mostrou um risco 2,7 vezes maior de doença de Parkinson em associação com transtorno de estresse pós-traumático.

Os pesquisadores observaram que a associação entre transtorno de estresse pós-traumático e doença de Parkinson em homens mais velhos foi "robusta" e não foi afetada por ajustes por depressão e eventos traumáticos ao longo da vida, como o Holocausto e ataques terroristas.

A associação entre transtorno de estresse pós-traumático e doença de Parkinson em mulheres não foi significativa. No entanto, um estudo de 2017 em uma coorte predominantemente feminina constatou um risco 3,46 vezes maior de doença de Parkinson em pacientes com história de transtorno de estresse pós-traumático.

Os pesquisadores observaram que o estresse emocional e físico tem sido associado ao risco de doença de Parkinson, embora a associação causal entre estresse ou ansiedade e doença Parkinson não tenha sido totalmente estabelecida.

Um estudo de 2014 mostrou que o transtorno de ajustamento, uma reação emocional ou comportamental a um evento estressante, estava associado ao aumento do risco de doença de Parkinson.

Outro estudo mostrou que uma personalidade ansiosa aumenta o risco de doença de Parkinson em homens em 2 vezes e em 1,76 vez em pessoas de 50 a 69 anos de idade.

Depressão e ansiedade são sintomas prodrômicos bem conhecidos da doença de Parkinson.

Yael e colaboradores disseram que sua observação de que o diagnóstico de transtorno de estresse pós-traumático em homens com mais de 72 anos foi associado a um risco maior de evoluir com doença de Parkinson mais tarde na vida sugere que o transtorno de estresse pós-traumático possa ser um sintoma prodrômico do Parkinson.

Os resultados do estudo devem levar a uma pesquisa mais aprofundada. Mais pesquisas também são necessárias para determinar se o tratamento para transtorno de estresse pós-traumático e estresse pode reduzir o risco ou a taxa de evolução para doença de Parkinson.

O estudo não recebeu financiamento específico. Yael Barer informou não ter conflitos de interesses relevantes.

JAMA Netw Open. Publicado on-line em 04 de agosto de 2022. Texto completo

Siga o Medscape em português no Facebook, no Twitter e no YouTube

Comente

3090D553-9492-4563-8681-AD288FA52ACE
Comentários são moderados. Veja os nossos Termos de Uso

processing....