Crianças têm mais sintomas persistentes após a covid-19, porém menos ansiedade

Equipe Reuters

Notificação

4 de julho de 2022

Nota da editora: Veja as últimas notícias e orientações sobre a covid-19 em nosso Centro de Informações sobre o novo coronavírus SARS-CoV-2 .

(Reuters) – Problemas de saúde persistentes foram um pouco mais comuns em crianças que tiveram covid-19 do que em crianças de idade semelhante sem história de infecção pelo SARS-CoV-2, relataram pesquisadores dinamarqueses no periódico The Lancet Child & Adolescent Health. No entanto, os pesquisadores também constataram que os níveis de ansiedade foram maiores em crianças que nunca tiveram covid-19.

Eles afirmaram que 40% das crianças de 0 a 3 anos com história de covid-19 e 27% das crianças sem história de infecção apresentaram pelo menos um sintoma por mais de dois meses. Entre as crianças de 4 a 11 anos, foram observados sintomas persistentes em 38% do grupo com história de covid-19 e 34% do grupo sem história de covid-19.

Entre as crianças de 12 a 14 anos, 46% do grupo com história de covid-19 e 41% do grupo sem história de covid-19 apresentaram sintomas duradouros. Os dados resultaram de uma pesquisa com cerca de 11 mil mães de crianças infectadas e cerca de 33 mil mães de crianças não infectadas.

Embora sintomas associados à covid-19 prolongada, como cefaleia, alterações de humor, dor abdominal e fadiga, sejam comuns entre crianças saudáveis, as crianças infectadas apresentaram sintomas mais duradouros, e um terço apresentou novos sintomas, que surgiram após a covid-19.

Para a surpresa dos pesquisadores, as crianças que tiveram covid-19 apresentaram menos problemas psicológicos e sociais do que as do grupo de controle. Eles especularam que isso pode ocorrer devido ao fato de as crianças não infectadas ficarem mais “temorosas em relação à doença desconhecida e levarem uma vida cotidiana mais restrita para se proteger do vírus”.

FONTE: https://bit.ly/3ndKPEq

The Lancet Child & Adolescent Health. Publicado on-line em 22 de junho de 2022.

Siga o Medscape em português no Facebook, no Twitter e no YouTube

Comente

3090D553-9492-4563-8681-AD288FA52ACE
Comentários são moderados. Veja os nossos Termos de Uso

processing....