Trabalho noturno rotativo e envelhecimento saudável após longo acompanhamento

Dr. Sivan Mauer

Notificação

30 de junho de 2022

Neste artigo

Dr. Sivan Mauer

Nesta seção o psiquiatra Dr. Sivan Mauer seleciona e comenta estudos relevantes no campo da psiquiatria. O Dr. Mauer é especialista em transtornos do humor. Tem residência em psiquiatria da infância e adolescência e tem experiência em psicogeriatria. É mestre em pesquisa clínica pela Boston University School of Medicine e doutor em psiquiatria pelo Instituto de Psiquiatria do Hospital de Clínicas da Faculdade de Medicina da USP. Além da prática privada exercida em São Paulo e Curitiba, o Dr. Mauer é clinical assistant professor na Tufts University School of Medicine, Boston (EUA).

1. Sintomas de ansiedade e ideação/comportamento suicida em pacientes com transtornos de humor

A associação entre transtornos de ansiedade e comportamento suicida é bem descrita. Dados epidemiológicos do National Network of Depression Centers (NNDC) dos Estados Unidos mostram que história de transtorno de ansiedade generalizada e transtorno de estresse pós-traumático está associada a aumento no risco de tentativa de suicídio. Transtornos de ansiedade comórbidos parecem aumentar o risco de tentativa de suicídio entre pacientes com transtornos de humor.

O objetivo principal deste estudo foi avaliar a relação entre sintomas de ansiedade e comportamento/ideação suicida em pacientes com transtornos uni e bipolares. A hipótese dos autores do estudo era que pacientes com transtorno depressivo maior e transtorno bipolar mostrariam associações semelhantes entre comportamento/ideação suicida e gravidade dos sintomas de ansiedade.

A amostra foi composta de 2.607 pacientes ambulatoriais com transtorno depressivo maior ou transtorno bipolar (transtornos do humor). As variáveis ​​demográficas e clínicas foram comparadas com base na presença ou ausência de comportamento/ideação suicida e na gravidade dos sintomas de ansiedade (mínimos, leves, moderados ou graves). Regressões logísticas univariadas e multivariadas foram realizadas para examinar as correlações com comportamento/ideação suicida, considerando a multicolinearidade.

Pacientes com ansiedade leve, moderada ou grave tiveram mais chances de apresentar comportamento/ideação suicida do que pacientes com sintomas mínimos. Sexo, estado civil, idade e sintomas depressivos também foram fortes preditores de comportamento/ideação suicida. Não houve diferença em relação à probabilidade de comportamento/ideação suicida entre pacientes com transtorno depressivo maior e pacientes com transtorno bipolar. No entanto, a probabilidade de ideação suicida foi ligeiramente menor entre pacientes com transtorno bipolar do que entre pacientes com transtorno depressivo maior.

Para lembrar:

A agitação psicomotora, que pode causar ansiedade e ideação suicida, é perigosa para pacientes com transtorno do humor. É de extrema relevância que os médicos atentem aos pacientes com aumento da velocidade do pensamento e da motricidade que verbalizarem ideação suicida. São necessárias medidas para a diminuição da agitação, como uso de benzodiazepínicos e suspensão de antidepressivos.

Referência:
Sanches M, Nguyen LK, Chung TH, et al. Anxiety symptoms and suicidal thoughts and behaviors among patients with mood disorders. Journal of Affective Disorders. 2022;307:171-177. doi:10.1016/j.jad.2022.03.046

Comente

3090D553-9492-4563-8681-AD288FA52ACE
Comentários são moderados. Veja os nossos Termos de Uso

processing....