Teste Rápido: Tratamento da infecção infantil pelo vírus sincicial respiratório

Dr. Asif Noor

Notificação

16 de maio de 2022

O tratamento de suporte  é a conduta terapêutica preconizada para infecção pelo vírus sincicial respiratório. Quando a criança consegue ingerir líquidos e não requer oxigênio ou suporte respiratório, o tratamento ambulatorial com acompanhamento rigoroso é suficiente, sobretudo quando não há prematuridade ou doenças subjacentes. No caso de lactentes e crianças com indicação de internação por infecção pelo vírus, o tratamento de suporte ainda é a conduta preconizada e pode incluir a administração de oxigênio suplementar (guiada por frequência respiratória, esforço respiratório, saturação de oxigênio e valores da gasometria arterial) e reposição volêmica, conforme necessário. Em caso de insuficiência respiratória ou apneia, a indicação é de ventilação mecânica.

Embora os broncodilatadores (especificamente os beta-agonistas) tenham sido administrados a lactentes com infecção pelo vírus sincicial respiratório, os dados indicam que são ineficazes e não devem ser usados de rotina para tratar essa infecção. Entretanto, pelo menos um subgrupo de lactentes parece se beneficiar do tratamento com broncodilatadores.

A hidratação intravenosa (IV) pode ser feita em lactentes hospitalizados com infecção pelo vírus sincicial respiratório que não tolerem alimentação oral. Com a retomada da alimentação normal, à medida que a criança se recupera, a administração intravenosa de líquidos pode ser suspensa.

Os dados clínicos disponíveis não corroboram o uso de corticoides no tratamento de bronquiolite típica causada por esse vírus.

Saiba mais sobre o tratamento de infecção pelo vírus sincicial respiratório.

Comente

3090D553-9492-4563-8681-AD288FA52ACE
Comentários são moderados. Veja os nossos Termos de Uso

processing....