Partículas de HDL no liquor: possível biomarcador no Alzheimer?

Megan Brooks

Notificação

28 de abril de 2022

Partículas de lipoproteína de alta densidade (HDL, do inglês High-Density-Lipoprotein) no líquido cefalorraquidiano (liquor) podem ajudar a proteger contra a doença de Alzheimer, mostra nova pesquisa.

Os resultados do estudo mostraram que a presença de uma quantidade maior de partículas de HDL no liquor foi associada a melhor cognição e a níveis mais altos de amiloide beta-42 (Aβ42) no liquor, fatores previamente relacionados com um risco de demência mais baixo.

Esta é a primeira vez que as partículas de HDL no cérebro são contadas, segundo o pesquisador do estudo, Dr. Hussein Yassine, médico da Keck School of Medicine da University of Southern California, Estados Unidos, disse em um comunicado à imprensa.

“Elas podem estar envolvidas na eliminação e excreção dos peptídeos que formam as placas amiloides observadas na doença de Alzheimer, então especulamos que poderia haver um papel para essas partículas de HDL na prevenção”, acrescentou o Dr. Hussein.

Os achados foram publicados on-line em 13 de abril no periódico Alzheimer's & Dementia.

Proteção do cérebro?

Há diversas evidências de que a doença cardiovascular e os fatores de risco cardiovascular desempenham um importante papel na etiologia da doença de Alzheimer, pontuaram os pesquisadores. Partículas de HDL têm propriedades neuroprotetoras, mas sua associação com a cognição é desconhecida.

Usando a análise de mobilidade iônica, os pesquisadores identificaram, contaram e mediram o tamanho de cada pequena partícula de HDL encontradas no liquor e no plasma de 180 adultos saudáveis com 60 anos ou mais (média de idade: 76,6 anos).

A presença de um número mais elevado de partículas de HDL (7,0 nm a 10,5 nm) no liquor foi positivamente associada ao desempenho em três domínios da função cognitiva, independentemente do status da apolipoproteína E (APOE) ε4: idade, sexo e anos de escolaridade.

Essas associações foram mais fortes em participantes sem comprometimento cognitivo, sugerindo um papel das partículas de HDL na prevenção, observaram os pesquisadores.

Níveis mais altos de partículas de HDL no liquor também se correlacionaram significativamente com maiores níveis de Aβ42 no liquor.

Os pesquisadores sugeriram que a presença de partículas de HDL no liquor reduza o risco de doença de Alzheimer em função da sua capacidade de trocar lipídios, afetando a composição da membrana neuronal e as funções vasculares e sinápticas.

“A confirmação do papel das partículas de HDL nos estágios iniciais da doença de Alzheimer tem implicações importantes na prevenção e no tratamento da doença”, escreveram.

“A verificação das partículas de HDL neuroprotetoras ou seus componentes no plasma e no liquor pode servir como um biomarcador para orientar futuros ensaios clínicos sobre a prevenção da doença de Alzheimer. E a determinação da troca entre plasma e liquor pode contribuir para o desenvolvimento de novos agentes terapêuticos", acrescentaram.

No futuro, os pesquisadores pretendem determinar se componentes específicos de partículas de HDL são trocados através de barreiras do sangue, do cérebro e do liquor. Eles também têm a intenção de desenvolver estratégias para explorar o potencial terapêuticos das partículas de HDL.

O estudo foi financiado por National Institutes of Health dos EUA, L.K. Whittier Foundation, Huntington Medical Research Institutes, Dairy Research Institute, Quest Diagnostics, SalioGen, Della Martin Foundation, Cure Alzheimer's Fund, Foundation Leducq Transatlantic Network of Excellence for the Study of Perivascular Spaces in Small Vessel Disease, Centers for Disease Control and Prevention (CDC) dos EUA e Washington University. A Batey Foundation financiou os instrumentos usados para a análise de mobilidade de íons. O Dr. Hussein informou não ter conflitos de interesses. A íntegra das declarações de conflitos de interesses consta no artigo original.

Alzheimers Dement. Publicado on-line em 13 de abril de 2022. Texto completo

Siga o Medscape em português no Facebook, no Twitter e no YouTube

Comente

3090D553-9492-4563-8681-AD288FA52ACE
Comentários são moderados. Veja os nossos Termos de Uso

processing....