Temor de recorrência do câncer: algumas pessoas podem precisar de ajuda

Pam Harrison

Notificação

18 de abril de 2022

Mais da metade dos sobreviventes de câncer, bem como dos pacientes com câncer ativo, relatam um nível pelo menos moderado de medo da recorrência da doença, mas cerca de 20% de ambos os grupos expressam um alto nível de medo e podem precisar de ajuda especializada, afirmam pesquisadores com base em resultados de uma metanálise internacional.

Baixos níveis de medo de recorrência do câncer podem ajudar a promover a adesão ao tratamento e modificações saudáveis no estilo de vida, mas em níveis altos, o mesmo medo pode prejudicar a qualidade de vida e o desempenho diário e pode exigir intervenção profissional, comentaram os autores.

De fato, o tratamento do medo de recorrência do câncer é considerado “a necessidade não atendida mais comum entre os sobreviventes de câncer”, observou a primeira autora Yvonne Luigjes-Huizer, candidata a doutorado no Universitair Medisch Centrum Utrecht, na Holanda, e colaboradores.

“Portanto, é importante que os profissionais de saúde discutam essa questão com seus pacientes e prestem tratamento quando necessário”, enfatizaram.

O estudo foi publicado on-line em 7 de abril no periódico Psycho-Oncology.

Para a metanálise, a equipe analisou dados de 46 estudos e usou informações de 9.311 indivíduos. Os participantes responderam perguntas que detectaram o medo de recorrência do câncer por meio do questionário validado Fear of Cancer Recurrence Inventory (FCRI-SF), em sua versão resumida.

O medo de recorrência do câncer foi definido como medo, preocupação ou apreensão com a possibilidade de o câncer voltar ou progredir.

No geral, 58,8% dos entrevistados pontuaram 13 ou mais no índice de medo da recorrência do câncer; 45,1% pontuaram 16 ou mais, e 19,2% pontuaram 22 ou mais, relataram os autores, que descreveram pontuações de 13 ou mais como “nível moderado de medo” e pontuações de 22 ou mais como “nível alto”.

O escore médio de gravidade do medo de recorrência do câncer para todos os 9.311 participantes foi de 14,8, acrescentaram.

“As distribuições foram semelhantes para sobreviventes e pacientes”, observaram os pesquisadores. No entanto, em média, os pacientes com câncer ativo pontuaram dois pontos a mais que os sobreviventes, enquanto as mulheres pontuaram cerca de dois pontos a mais que os homens. Os pacientes mais jovens também foram mais propensos a pontuar mais alto no índice de medo da recorrência do câncer do que os pacientes mais velhos.

“Algumas diferenças entre os tipos de câncer também foram observadas”, constataram os autores. Apenas 37% dos sobreviventes de câncer de próstata, por exemplo, pontuaram 13 ou mais em comparação com 50% dos sobreviventes de câncer colorretal e 80% daqueles com leucemia e linfoma não-Hodgkin. As pontuações médias mais altas no índice de medo da recorrência do câncer foram de pacientes e sobreviventes de câncer de pulmão e melanoma.

Não houve diferenças estatísticas entre os entrevistados de diferentes continentes, embora os participantes de estudos realizados na Ásia tenham pontuado um pouco menos. Também não houve diferenças nas pontuações médias de medo da recorrência do câncer entre aqueles que foram diagnosticados recentemente e aqueles que foram diagnosticados há 10 anos ou mais, sugerindo que, sem intervenção ou tratamento, o medo da recorrência do câncer provavelmente persiste ao longo do tempo, indicaram os pesquisadores.

“Recomendamos que todos os pacientes e sobreviventes de câncer recebam uma orientação psicológica breve sobre o medo da recorrência do câncer, para normalizar esse medo e ajudar as pessoas a buscarem apoio quando precisarem, mesmo que não estejam mais em tratamento ou acompanhamento hospitalar”, sugeriram os autores.

“E como o medo da recorrência do câncer existe em todos os momentos desde o diagnóstico, também recomendamos discutir esse medo em várias ocasiões”, acrescentaram.

Os autores informaram não ter conflitos de interesses.

Psycho-Oncology. Publicado on-line em 07 de abril de 2022. Texto completo

Siga o Medscape em português no Facebook, no Twitter e no YouTube

Comente

3090D553-9492-4563-8681-AD288FA52ACE
Comentários são moderados. Veja os nossos Termos de Uso

processing....