Atlas de diabetes, síndrome metabólica e doença hepática gordurosa não alcoólica: 3 resumos de endocrinologia

Dr. Fabiano M. Serfaty

Notificação

23 de dezembro de 2021

Neste artigo

Dr. Fabiano M. Serfaty

Nesta seção o Dr. Fabiano M. Serfaty resume alguns dos principais estudos que se destacaram recentemente na literatura médica na área de Diabetes e Endocrinologia.

1. Atlas de Diabetes de 2021: 1 a cada 10 adultos tem diabetes no mundo

De acordo com a 10ª edição do Atlas de Diabetes, publicada em 06 dezembro de 2021 pela International Diabetes Federation (IDF), atualmente, 1 a cada 10 adultos no mundo vive com diabetes, o que gerou uma estimativa de gasto global de saúde em 2021 de 966 bilhões de dólares.

Os dados são provenientes de literatura revisada por pares e incluem 219 fontes de dados de 144 países.

O Atlas também prevê que, se as tendências atuais continuarem, esses números aumentarão nas próximas décadas.

As projeções são alarmantes. De acordo com o documento, o número de adultos com diabetes no mundo sairá de 537 milhões em 2021 para 786 milhões até 2045, um aumento de 46%. A previsão é de que a prevalência da doença cresça em todas as regiões, com os maiores aumentos previstos para a África, o Oriente Médio e o Sudeste Asiático.

O Atlas também indica que houve um aumento no número de pacientes com pré-diabetes, crianças com diabetes tipo 1 e casos de diabetes gestacional.

Foram avaliados 19 estudos, que evidenciaram a maior prevalência de diabetes tipo 2 em jovens no Brasil, no México, em populações indígenas dos Estados Unidos, no Canadá e na população negra nos Estados Unidos. O texto indica que as taxas de prevalência mais baixas (0,6 a 2,7 casos a cada 100.000 habitantes) são vistas na Europa.

Em comparação com adultos com diabetes tipo 2, jovens com diabetes tipo 2 apresentam maior dificuldade de controle glicêmico e taxas mais altas de falha da metformina. Quando comparados com jovens com diabetes tipo 1, os jovens com diabetes tipo 2 apresentam piores perfis metabólicos e mais complicações vasculares.

Para lembrar:
A publicação da 10ª edição do Atlas de Diabetes da IDF reitera a importância das estratégias terapêuticas e políticas públicas eficazes para combater o diabetes mundialmente. A chave para controlar os gastos globais com o tratamento do diabetes é investir em prevenção e cuidados eficazes para o maior número de pessoas.
REFERÊNCIA
  • IDF Diabetes Atlas 2021 | IDF Diabetes Atlas. (2021). Retrieved 15 December 2021, from https://diabetesatlas.org/atlas/tenth-edition/

Comente

3090D553-9492-4563-8681-AD288FA52ACE
Comentários são moderados. Veja os nossos Termos de Uso

processing....