Três destaques da ObesityWeek

Dr. Fabiano M. Serfaty

Notificação

22 de novembro de 2021

Neste artigo

Dr. Fabiano M. Serfaty

Nesta seção o Dr. Fabiano M. Serfaty resume alguns dos principais estudos que se destacaram recentemente na literatura médica na área de Diabetes e Endocrinologia.

1. Uso prolongado de testosterona para perda ponderal

Um estudo apresentado na reunião de 2021 da ObesityWeek® avaliou a relação entre uso prolongado de testosterona (por 12 anos) e perda de peso corporal/redução da circunferência abdominal em pacientes com obesidade e hipogonadismo.

Os autores avaliaram 476 pacientes do sexo masculino com obesidade e hipogonadismo em um único centro de urologia. Destes, 281 optaram por terapia hormonal e passaram a receber injeções de undecanoato de testosterona por três meses após uma dose inicial nas seis semanas do tratamento. Os outros 195 pacientes, que não quiseram utilizar a testosterona, serviram como controles.

Mudanças ao longo do tempo entre os grupos foram comparadas e ajustadas para idade, peso, circunferência abdominal, glicemia, pressão arterial, lipídios e qualidade de vida.

A terapia hormonal prolongada com undecanoato de testosterona em homens com hipogonadismo e obesidade reduziu o peso corporal e a circunferência abdominal de forma sustentável.

Ao final de cada ano do estudo, a redução média do peso corporal no grupo da intervenção foi de:

  • 1º ano: 2,9 kg

  • 2º ano: 7,6 kg

  • 3º ano: 10,9 kg

  • 4º ano: 13,5 kg

  • 5º ano: 15,8 kg

  • 6º ano: 17,7 kg

  • 7º ano: 19,0 kg

  • 8º ano: 20,1 kg

  • 9º ano: 21,3 kg

  • 10º ano: 22,1 kg

  • 11º ano: 23,1 kg

  • 12º ano: 23,8 kg

A mudança foi estatisticamente significativa em relação ao ano anterior em todos os 12 anos. A diferença de peso ajustada estimada entre os grupos durante 12 anos foi -31,0 kg (P < 0,0001).

A circunferência abdominal e o peso aumentaram de maneira discreta, mas constante, nos controles. A taxa de mortalidade por todas as causas foi maior no grupo de controle, o que pode ter ocorrido em parte por conta das mudanças no peso.

Para lembrar:

O uso prolongado de undecanoato de testosterona por homens com hipogonadismo e obesidade reduziu o peso e a circunferência abdominal de forma sustentável. A mortalidade por todas as causas foi maior no grupo de controle, o que pode ter sido em partes por conta do ganho de peso neste grupo de pacientes.

Fonte :
Apresentado no AACE 2021 (American Association of Clinical Endocrinology) Maio 26 a 29, 2021. Padnick-Silver L. Ocular signs and symptoms of thyroid eye disease often persist beyond the active phase of the condition.

Comente

3090D553-9492-4563-8681-AD288FA52ACE
Comentários são moderados. Veja os nossos Termos de Uso

processing....