Teste rápido: trombose venosa profunda

Dr. Richard H. Sinert

Notificação

29 de setembro de 2021

A trombose venosa profunda classicamente causa dor e edema de membros; entretanto, o paciente pode ter os sinais e sintomas ou não, que podem ser unilaterais ou bilaterais e leves ou graves. O trombo que não causa obstrução importante do fluxo venoso costuma ser assintomático. Os pacientes com trombose venosa profunda podem fazer febre baixa, e a trombose venosa profunda pode causar febre sem foco evidente, principalmente em pacientes que estão no período pós-operatório.

A trombose venosa profunda na bifurcação ilíaca, nas veias pélvicas ou na veia cava produz edema de membros inferiores – geralmente bilateral, em vez de unilateral. A obstrução parcial alta costuma causar edema bilateral leve, confundido com edema gravitacional da insuficiência cardíaca direita, sobrecarga de líquidos, insuficiência hepática ou insuficiência renal.

A dor nos membros inferiores ocorre em cerca de metade dos casos, mas isso é totalmente inespecífico. A dor ou o desconforto na panturrilha com a dorsiflexão do pé mantendo o joelho estendido (sinal de Homans) podem estar associados a trombose venosa profunda na parte distal do membro inferior, porém não são sensíveis nem específicos. Quando há dor à palpação, costuma ser restrita aos músculos da panturrilha ou ao trajeto das veias profundas na parte medial da coxa. Dor e/ou dolorimento fora dessas regiões não são compatíveis com trombose venosa e geralmente indicam outro diagnóstico. Em geral, a dor e o dolorimento associados a trombose venosa profunda não se correlacionam com o tamanho, a localização ou a extensão do trombo.

Leia mais sobre a apresentação da trombose venosa profunda.

Comente

3090D553-9492-4563-8681-AD288FA52ACE
Comentários são moderados. Veja os nossos Termos de Uso

processing....