Teste rápido: Estatinas

Mary L. Windle

Notificação

22 de junho de 2021

De acordo com as diretrizes do ACC/AHA para tratamento com estatinas:

  • Para os pacientes com níveis de lipoproteína de baixa densidade (LDL, sigla do inglês Low-Density Lipoprotein) ≥ 190 mg/dL de 20 a 75 anos de idade, podem ser usadas estatinas potentes sem avaliação de risco.

  • Para pacientes com diabetes tipo 2 de 40 a 75 anos de idade, iniciar o tratamento com uma estatina de potência moderada e avaliar o risco para considerar o uso de altas doses de estatinas. Os fatores agravantes do risco nos pacientes com diabetes são: diabetes tipo 2 há pelo menos 10 anos, diabetes tipo 1 há pelo menos 20 anos, relação entre a albumina e a creatinina ≥ 30 µg de albumina/mg de creatinina, taxa de filtração glomerular estimada < 60 mL/min/1,73 m2, retinopatia, neuropatia e índice tornozelo-braquial < 0,9. Naqueles com vários fatores de risco de doença cardiovascular aterosclerótica, considerar o uso de estatina de alta potência para alcançar uma meta de redução de LDL ≥ 50%.

  • Para pacientes sem diabetes e com níveis de LDL ≥ 70 mg/dL e < 190 mg/dL de 40 a 75 anos de idade, usar a calculadora de risco mais indicada para o paciente e seus fatores agravantes, a fim de decidir sobre a potência da estatina.

  • Para os pacientes com risco limítrofe de doença cardiovascular aterosclerótica (5,0% a < 7,5%), se houver fatores agravantes de risco conversar sobre o uso de estatina de potência moderada e considerar a pontuação de depósito de cálcio na artéria coronária (CAC, do inglês Coronary Artery Calcium) em alguns casos.

  • Para pacientes com risco intermediário de doença cardiovascular aterosclerótica (≥ 7,5% a 20,0%), usar estatinas de potência moderada e aumentar para altas doses para os pacientes que tiverem fatores agravantes. Caso haja incerteza sobre o risco, o uso dos depósitos de cálcio na artéria coronária para a estratificação do risco é uma opção. Se a pontuação do depósito de cálcio na artéria coronária for igual a zero, pode-se evitar o uso das estatinas, e a avaliação destes depósitos deve ser repetida no futuro (5 a 10 anos). Entretanto, algumas exceções a essa estratégia são doenças de alto risco, como diabetes mellitus; história familiar de doença coronariana precoce; e tabagismo. Se a pontuação do depósito de cálcio na artéria coronária for de 1 a 100, justifica iniciar o tratamento com estatinas de potência moderada para pacientes com 55 anos ou mais. Se a pontuação for > 100 ou ≥ 75º percentil, usar estatina em qualquer idade.

  • Para pacientes com alto risco de doença cardiovascular aterosclerótica (≥ 20%), conversar sobre o risco a fim de iniciar o tratamento com altas doses de estatina com o objetivo de reduzir a LDL pelo menos pela metade.

De acordo com as diretrizes das sociedades ACC/AHA, tanto a estatina de potência moderada como a estatina de alta potência reduzem o risco de doença cardiovascular aterosclerótica; entretanto, a maior redução da LDL está associada a maior redução na incidência de doença cardiovascular aterosclerótica. A relação entre a dose, a resposta e a tolerância deve ser avaliada em cerca de seis a oito semanas. Se a redução da LDL for adequada (redução ≥ 30% com estatina de potência intermediária e ≥ 50% com estatina de alta potência), será necessário monitorar os fatores de risco e a adesão ao tratamento em intervalos regulares, no intuito de determinar a adequação do efeito (cerca de um ano).

Para pacientes com mais de 75 anos é necessário avaliar o risco, e conversar com o paciente sobre os riscos do tratamento para decidir manter ou iniciar o uso de estatinas. A pontuação do depósito de cálcio na artéria coronária pode ajudar a refinar as estimativas de risco de doença cardiovascular aterosclerótica entre mulheres de menor risco (< 7,5%) e adultos mais jovens (< 45 anos), particularmente quando houver fatores agravantes.

Leia mais sobre avaliação do risco e prevenção primária da doença coronariana.

Comente

3090D553-9492-4563-8681-AD288FA52ACE
Comentários são moderados. Veja os nossos Termos de Uso

processing....