Teste Rápido: Sinais e sintomas da esclerose múltipla

Dr. Christopher Luzzio

Notificação

19 de abril de 2021

Antigamente era necessário ter mais de um episódio de distúrbio neurológico para o diagnóstico da esclerose múltipla. Agora, os critérios de McDonald de 2017 permitem o diagnóstico após o primeiro episódio clínico junto com outros dados paraclínicos e a ressonância magnética (RM).

Um equívoco comum é pensar que qualquer crise de desmielinização do sistema nervoso central indica um quadro agudo de esclerose múltipla, mas isto deve ser considerado em um amplo leque de diagnóstico diferencial. A crise ou exacerbação da esclerose múltipla é marcada por um distúrbio neurológico comprovado por relato subjetivo ou observação objetiva.

Por definição, um episódio deve durar pelo menos 24 horas.

Saiba mais sobre o diagnóstico da esclerose múltipla.

Comente

3090D553-9492-4563-8681-AD288FA52ACE
Comentários são moderados. Veja os nossos Termos de Uso

processing....