Teste rápido: Disfunção sexual

Dr. Bradley Schwartz; Dr. Michel E. Rivlin

Notificação

27 de agosto de 2019

De acordo com as mais recentes recomendações da AUA, o encaminhamento para um profissional de saúde mental deve ser considerado para promover a adesão ao tratamento, reduzir a ansiedade de desempenho e integrar os tratamentos em uma relação sexual. Os homens com disfunção erétil apresentando comorbidades que reconhecidamente modifiquem negativamente a função erétil devem ser orientados sobre modificações no estilo de vida, como mudanças da alimentação e aumento da atividade física, que melhoram a saúde em geral e podem melhorar a função erétil.

Nos homens com disfunção erétil, os níveis matinais de testosterona sérica total devem ser dosados. Os homens com disfunção erétil devem ser informados sobre a opção do tratamento com um inibidor da fosfodiesterase aprovado pela Food and Drug Administration (FDA) norte-americana, com uma conversa sobre os benefícios, os riscos e as repercussões – exceto em caso de contraindicação. Os homens que desejam a preservação da função erétil após o tratamento do câncer de próstata, a prostatectomia radical ou a radioterapia devem ser informados de que o uso precoce de PDE5i após o tratamento pode não melhorar a função erétil de forma espontânea, sem auxílio.

Os homens com disfunção erétil devem ser informados sobre a opção de uso de injeções intracavernosas, conversando sobre os benefícios, os riscos e as repercussões. Para os homens com disfunção erétil que estão considerando esta opção terapêutica, deve-se fazer um teste com a injeção no consultório. A cirurgia venosa do pênis não é recomendada para os homens com disfunção erétil.

Leia mais sobre a disfunção erétil.

Comente

3090D553-9492-4563-8681-AD288FA52ACE
Comentários são moderados. Veja os nossos Termos de Uso

processing....