COMENTÁRIO

Fumar cigarros eletrônicos para perda ponderal? Cinco questões recorrentes

Alicia Ault

Notificação

15 de mai de 2019

Sim, o uso de cigarros eletrônicos para perda ponderal ocorre, e isso não é surpreendente, por muitas razões.

Os Estados Unidos estão em plena luta contra a obesidade, com a metade dos norte-americanos tentando perder peso anualmente. Fumar é uma das muitas táticas para perder peso e o medo de ganhar alguns quilos pode ser um empecilho para parar de fumar.

Diante do incrível aumento nas vendas dos dispositivos eletrônicos para consumo de nicotina (como cigarros eletrônicos, canetas vape, pods e e-hookahs) não surpreende que as pessoas – sejam fumantes, ex-fumantes ou não-fumantes – estejam usando-os como estratégia de perda ponderal.

1. Fumar cigarros eletrônicos para perda ponderal é comum?

Com uma olhada atenta pela internet dá para encontrar pessoas discutindo sobre como fazer os quilos a mais virarem fumaça. Um produto mencionado com frequência é o JUUL. “Na minha experiência, umas tragadas no JUUL fazem milagres se você também estiver fazendo dieta”, afirma um usuário em um tópico de discussão no Reddit.

“Eu perdi quase 10 kg e consegui ficar longe da fissura com o JUUL.”

Outro usuário do Reddit postou: “Comigo aconteceu a mesma coisa, tenho usado o JUUL desde novembro e perdi 13,6 kg. Eu praticamente parei de sentir fome. Agora, em vez de comer, quando estou entediado eu só dou umas tragadas no meu JUUL”.

Ainda não foi realizado nenhum estudo epidemiológico nacional representativo para estabelecer a quantidade de pessoas usando os cigarros eletrônicos como estratégia (parcial ou total) de perda ponderal, disse a Dra. Meghan Morean, Ph.D., que pesquisa o uso de substâncias no Oberlin College, em Ohio.

Em 2016, a Dra. Meghan e sua colega Amelia Wedel, fizeram uma pesquisa com 459 adultos usuários de cigarros eletrônicos, que disseram querer perder ou manter o peso. [ 1 ] Cerca de 14% das pessoas que responderam à pesquisa afirmaram usar o cigarro eletrônico como forma de perder ou controlar o peso e, diferentemente dos estudos sobre tabagismo, os homens foram tão propensos quanto as mulheres a dizer que usavam o cigarro eletrônico como método de auxílio na perda ponderal.

No entanto, na maioria dos casos, o controle ponderal provavelmente não é a principal razão para o uso do cigarro eletrônico, disse a Dra. Meghan. “Mas certamente existe um subgrupo de pessoas que está fazendo isso.”

A Dra. Meghan recentemente completou a pesquisa, que ainda não foi publicada, avaliando o que motiva adolescentes a fumarem cigarros eletrônicos. A pesquisa revelou que uma pequena parte destas pessoas usam o cigarro eletrônico para  controlar o apetite.

A pesquisa Youth Risk Behavior Surveillance realizada em 2015 entre alunos do 9º ao 12º ano, dos quais dois terços eram do sexo feminino, mostrou que quase a metade dos adolescentes que fumam cigarros eletrônicos estava tentando perder peso. [ 2 ]

Fumantes que usam o cigarro para ajudar a controlar o peso estão mais propensos a serem fumantes de cigarros eletrônicos. Uma pesquisa on-line analisou as razões relacionadas com alimentação e peso relatadas pelos participantes. Fumantes que informaram usar o cigarro para inibir o apetite e/ou evitar comer desnecessariamente eram mais propensos a fumar cigarros eletrônicos. [ 3 ]

Adultos com transtornos alimentares autorrelatados também estão mais propensos a usar o cigarro eletrônico para a perda ponderal, com um estudo concluindo que isso ocorre por causa da oferta de aromas adocicados e por ser fácil de disfarçar. [ 4 ]

2. Funciona?

Pouco foi publicado sobre a eficácia do cigarro eletrônico para a perda ponderal.

Os usuários têm compartilhado relatos sobre o sucesso do controle ponderal, e alguns especialistas sugeriram que pode valer a pena considerar os cigarros eletrônicos como uma possível arma contra a obesidade.

A Dra. Marewa Glover, Ph.D., diretora do Centre of Research Excellence: Indigenous Sovereignty & Smoking , em Auckland, Nova Zelândia, sugeriu que os efeitos da nicotina, presente no líquido do cigarro eletrônico, as alterações na percepção do gosto e o próprio ato de fumar o cigarro eletrônico (o que fornece uma substituição comportamental e sensorial dos alimentos) podem contribuir para a perda ponderal. [ 5 ]

A nicotina é bem conhecida como inibidor de apetite, mas os dados sobre se contribui ou não para o controle do peso são variados. Foi demonstrado que a substância induz quimicamente o aumento da taxa metabólica e libera hormônios que suprimem o apetite. Mas também aumenta a resistência à insulina, o que leva a maiores concentrações de gordura corporal visceral. [ 6 ]

A Dra. Meghan sugeriu que os cigarros eletrônicos podem satisfazer alguém que está fazendo dieta de várias maneiras: reproduzindo o ato de levar algo da mão à boca, exercido quando comemos, ou, como observado pelos usuários do Reddit, preenchendo um vazio. A nicotina, provavelmente, também atua como motor. A Dra. Meghan descobriu que os adultos com transtornos alimentares “tinham mais probabilidade de usar concentrações mais altas de nicotina”.

Os fumantes de cigarro eletrônico já compreenderam o efeito da nicotina. Em um vídeo de uma fabricante de cigarros eletrônicos, o narrador afirma que a nicotina “acelera o metabolismo e permite que o corpo queime mais calorias”.

Um fumante escreveu em seu blog que, devido à facilidade de uso, ele vinha usando seu cigarro eletrônico com mais frequência, mas disse estar contente com o que descreveu como a parte boa: “Toda essa nicotina a mais que estou consumindo está impactando meu peso e me fazendo perder alguns quilos”.

Os dispositivos com nicotina vendidos pela JUUL – líder de vendas, que chegaram a um bilhão de dólares em 2018 – têm uma das maiores concentrações de nicotina: 5% por peso ou o equivalente a um maço de cigarros. As altas concentrações de nicotina da JUUL estão sendo copiadas por outros fabricantes. Um estudo encontrou um total de 39 dispositivos com concentrações de nicotina iguais ou superiores às da JUUL. [ 7 ]

3. Qual é o papel dos sabores?

Alguns fumantes de cigarro eletrônico disseram que os sabores doces ajudam a saciar a fissura, que normalmente seria contida com comida. Isso diferencia os cigarros eletrônicos dos cigarros comuns.

“Não existe um cigarro comum com gosto de bolo”, observou a Dra. Meghan.

Fumantes de cigarro eletrônico trocam dicas sobre quais sabores de líquidos ou “sucos” funcionam melhor para perder peso. “Mr. Long Drag” destaca os três sabores que, segundo ele, “comprovadamente reduzem a fome”: hortelã, canela e nozes.

O narrador do vídeo da DashVapes disse que algumas pessoas com diabetes, em vez comer doces e chocolates para aliviar o desejo por doces, “têm um vape com o sabor do seu doce favorito”.

Em um tópico sobre perda ponderal e cigarros eletrônicos no Reddit, um entusiasta disse ter perdido 22,5 kg: “Basicamente, em todos os momentos que eu comia por tédio hoje em dia eu fumo meu cigarro eletrônico”.

Outro usuário acrescentou: “Meu fraco são os doces... bolinhos, cupcakes, biscoitos. Eu amo muito. Então, eu simplesmente achei os sucos que saciam essa fissura”.

Mas nada disso é embasado em evidências científicas, disse a Dra. Meghan.

4. O discurso dos fabricantes relacionando o produto com a perda ponderal é regulamentado?

A líder de mercado, JUUL, disse que não vende o produto para a perda ponderal.

“O sistema JUUL é um produto de vapor projetado para ser uma alternativa satisfatória para adultos tabagistas”, disse ao Medscape, Lindsay Andrews, porta-voz da empresa. “Não foi feito para a perda ponderal nem é comercializado como um dispositivo para a perda ponderal”.

Gregory Conley, presidente da American Vaping Association , que se autointitula “uma organização sem fins lucrativos que advoga pela regulamentação sensata dos produtos relacionados ao cigarro eletrônico”, disse que fumar o cigarro eletrônico para perda ponderal pode não ser uma má ideia.

“Para adultos tabagistas usando o possível ganho ponderal como justificativa para não tentar parar de fumar, os cigarros eletrônicos sem nicotina são uma boa alternativa”, disse Conley ao Medscape.

Muitos fabricantes comercializam francamente seus produtos para a perda ponderal, e muitas vezes é difícil dizer se contêm nicotina ou não; muitos parecem não ter nicotina. O site Twiggy Weight Loss Vapor E-Liquid exibe os avisos exigidos pela Food and Drug Administration (FDA) norte-americana evidenciando que o produto contém nicotina, mas a descrição do produto diz que o produto é “totalmente sem nicotina”.

O Slim Faster diz que o seu “suco para vape orgânico” contém as “propriedades supressoras do apetite proveniente de óleos essenciais de laranja, toranja, hortelã, limão e bergamota”, mas não tem avisos sobre a presença de nicotina.

Alguns produtos afirmam especificamente que não contêm nicotina, como Skinny Vapor , vendido no site eBay. O Nutrovape , vendido na Amazon, afirma ser um sistema de aromaterapia sem nicotina.

Um estudo do Tobacco Center of Regulatory Science for Vulnerable Populations [] 8 ] relatou que várias empresas de cigarro eletrônico e vape estão atribuindo benefícios para a saúde infundados relacionados com os líquidos (ou sucos) e a inalação de suplementos diversos.

“Essas alegações parecem prematuras, pois podem existir efeitos prejudiciais, especialmente com o uso em longo prazo”, escreveram os autores.

A FDA tem autoridade para regulamentar a produção, a importação, as embalagens, os rótulos, as propagandas, as vendas e a distribuição dos sistemas eletrônicos para consumo de nicotina, incluindo líquidos, aromatizantes e todos os componentes do dispositivo. Se um produto é comercializado para fins terapêuticos, como parar de fumar ou perde peso, ele seria regulamentado como um produto médico, o que significa que os fabricantes precisariam sustentar suas afirmações no resultado de ensaios clínicos.

Fabricantes de cigarros eletrônicos podem estar agindo como as grandes empresas de tabaco tradicionais, essencialmente driblando as regras. A longa história desta indústria, que direcionou suas propagandas sutis, e às vezes nem tanto, para as mulheres, sugerindo que fumar contribuiria para a perda ponderal, é bem documentada.

Até o momento, a FDA não reprimiu a promoção da perda ponderal, mas, em março de 2019, a agência enviou cartas de advertência aos fabricantes que não estavam incluindo o aviso sobre a presença de nicotina nos produtos exigido.

“Este é um importante alerta de saúde pública e é imperativo que os consumidores sejam devidamente informados sobre a presença de nicotina nos produtos de tabaco e compreendam seus riscos – especialmente as crianças”, disse o médico e comissário da FDA, Dr. Scott Gottlieb, em comunicado.

5. O que você deve dizer para os seus pacientes?

A questão é que alguns adultos e adolescentes podem estar fumando o cigarro eletrônico, seja de nicotina, de líquidos com sabor ou de suplementos, com o intuito de manter ou perder peso.

A nicotina foi associada a toxicidade cardiovascular, mas grande parte do risco pode ser atribuído aos oxidantes e partículas que acompanham o tabaco combustível, e não à própria nicotina.[] 6 ] A nicotina isolada contribui para a resistência à insulina e o acúmulo de gordura visceral.

Uma publicação de referência de 2018 das National Academies of Sciences, Engineering, and Medicine descobriu que os cigarros eletrônicos pareciam ser menos nocivos do que os cigarros comuns e poderiam ajudar os adultos a parar de fumar. Mas também alertou para o fato de os dispositivos parecerem estimular os jovens a fumar. [] 9 ]

A publicação alertou que pouco se sabe sobre os efeitos em longo prazo para a saúde e que as quantidades de nicotina nos dispositivos variam muito, o que pode ter algum impacto nos desfechos de saúde.

A Dra. Meghan recomendou que os médicos rastreiem todos os pacientes para o uso de cigarros eletrônicos, especialmente aqueles com transtornos alimentares. “Médicos e outros profissionais de saúde definitivamente deveriam perguntar sobre o uso do cigarro eletrônico e ponto final. Mas a maioria não o faz”, disse ela.

“Caso se trate de alguém com o peso corporal realmente baixo ou alguém que seja realmente obeso e tenha problemas cardíacos, esse paciente definitivamente não deveria tentar ingerir grandes quantidades de nicotina para a perda ponderal”, disse a Dra. Meghan. “Ele deve fazer uma dieta saudável para o coração e se exercitar.”

A Dra. Meghan Morean informou não ter relações financeiras relevantes.

Siga o Medscape em português no Facebook, no Twitter e no YouTube

Comente

3090D553-9492-4563-8681-AD288FA52ACE
Comentários são moderados. Veja os nossos Termos de Uso

processing....