Teste: avalie seus conhecimentos sobre consumo, toxicidade e overdose de cafeína

Dr. Richard H. Sinert, médico osteopata

Notificação

14 de março de 2018

Pode ocorrer hipotensão em pacientes com toxicidade por cafeína. Ela é geralmente relacionada a depleção de volume, estimulação excessiva dos receptores beta2-adrenérgicos por catecolaminas, ou a ambos. Podem ser necessários vasopressores tais como dopamina e fenilefrina, caso a hipotensão seja refratária a fluidos intravenosos em bolus. A fenilefrina é uma boa opção pois é um alfa-agonista puro, apesar da noradrenalina também poder ser utilizada.

Convulsões devem ser tratadas com benzodiazepínicos (por exemplo, lorazepam). Barbitúricos são agentes de segunda-linha.

A adenosina, que é frequentemente utilizada no tratamento da taquicardia supraventricular paroxística, provavelmente não seria eficaz em pacientes com overdose de cafeína pois ela antagoniza receptores de adenosina.

Como a cafeína é absorvida rapidamente, a lavagem gástrica provavelmente não será útil em pacientes que se apresentam após uma hora do momento da ingesta. Carvão-ativado é eficaz para limitar a absorção pelo trato gastrointestinal das metilxantinas, e é recomendado precocemente no tratamento.

Para mais informações sobre toxicidade da cafeína (em inglês), leia aqui.

Comente

3090D553-9492-4563-8681-AD288FA52ACE
Comentários são moderados. Veja os nossos Termos de Uso

processing....