Teste seus conhecimentos clínicos sobre os vários tipos de cefaleia

Dra. Amy Kao

Notificação

2 de janeiro de 2018

A cefaleia pode resultar de numerosas causas, incluindo predisposição genética, trauma, massa intracraniana, doença metabólica ou vascular, ou sinusite. Diversos tipos de cefaleia são reconhecidos.

Já a migrânea é uma doença complexa, caracterizada por episódios recorrentes de cefaleia, na maioria das vezes unilaterais e, em alguns casos, associados a sintomas visuais ou sensoriais – coletivamente conhecidos como aura – que mais frequentemente surgem antes da cefaleia em si, mas podem ocorrer durante ou depois dela.

A cefaleia tensional episódica geralmente está associada a um evento estressante. Este tipo de cefaleia é de intensidade moderada, autolimitado, e geralmente responsivo a medicamentos. A cefaleia tensional crônica geralmente recorre diariamente, e está associada a contração de músculos do pescoço e do couro cabeludo. Este tipo de cefaleia é bilateral e geralmente occipitofrontal.

A cefaleia em salvas, também conhecida como "cefaleia da histamina", é um transtorno de cefaleia neurovascular primária, cuja fisiopatologia e etiologia ainda não são bem compreendidas. Como o nome sugere, a cefaleia em salva envolve crises de dor, normalmente durante um período de várias semanas.

O quanto você sabe sobre o diagnóstico, a investigação e o tratamento dos vários tipos de cefaleia? Teste seus conhecimentos com nosso quiz.

Comente

3090D553-9492-4563-8681-AD288FA52ACE
Comentários são moderados. Veja os nossos Termos de Uso

processing....