Manutenção com rituximabe aumenta sobrevida no linfoma de células do manto após transplante

Zosia Chustecka

Notificação

13 de dezembro de 2016

San Diego — Pacientes jovens com linfoma de células do manto que foram submetidos a transplante autólogo de células-tronco devem receber manutenção com rituximabe (uma injeção a cada dois meses por três anos), dizem pesquisadores franceses que relatam benefício de sobrevida com esse regime.

Os novos dados de sobrevida vieram do resultado final do estudo LyMa, conduzido na França e na Bélgica e apresentado no 58º Encontro Anual da American Society of Hematology (resumo 145), pelo Dr. Steven Le Gouill, do Departamento de Hematologia do Nantes University Hospital, na França.

O linfoma de células do manto, que corresponde a aproximadamente 6% dos linfomas não-Hodgkin em adultos, geralmente responde a terapia inicial, mas inevitavelmente os pacientes recidivam e a duração da resposta reduz a cada terapia de resgate, explicou o Dr. Le Gouill.

A terapia de manutenção com rituximabe já havia mostrado uma melhoria na sobrevida quando usada em pacientes idosos com linfoma de células do manto (N Engl J Med 2012;367:520-531). Nesse estudo, os pacientes realizaram a indução com R-CHOP: rituximabe, ciclosporina, doxorrubicina (hidroxidaunomicina), vincristina (Oncovin) e prednisolona.

Os novos resultados vêm de um estudo com 229 pacientes mais jovens (idade mediana de 57 anos), que usaram uma terapia de indução diferente, a R-DHAP: rituximabe, dexametasona, citarabina em altas doses (Ara-C) e derivado de platina. A taxa de resposta completa (CR/Cru) depois da R-DHAP foi de 77,3%. Os pacientes que não responderam a esse regime receberam cursos adicionais de R-CHOP.

Os pacientes foram então submetidos a transplante autólogo de células-tronco, para o qual o regime de condicionamento foi o R-BEAM: rituximabe, carmustina (BiCNU), etoposídeo, citarabina (Ara-C) e melfalana. Ao todo, 257 pacientes (incluindo os 12 pacientes que receberam R-DHAP/R-CHOP) foram submetidos a transplante.

Os pacientes que responderam ao transplante (n = 240) foram então randomizados (1:1) para serem seguidos por observação ou receberem manutenção com rituximabe (375 mg/m2, uma infusão a cada dois meses por três anos).

Os resultados finais desse estudo mostraram que a manutenção com rituximabe reduziu o risco de progressão em 60% (HR, 0,4; IC de 95%, 0,23 – 0,68; P = 0,0007) e o risco de morte em 50% (HR, 0,5; IC de 95%, 0,25 – 0,98; P = 0,0454).

A taxa de sobrevida livre de progressão em quatro anos foi de 82,2% com rituximabe versus 64,6% com a observação (p = 0,0005), e a taxa de sobrevida global em quatro anos foi de 88,7% com o rituximabe versus 81,4% com observação (P = 0,0413).

Dr. Le Gouill e colaboradores concluíram que a manutenção com rituximabe (uma infusão a cada dois meses por três anos) é um novo padrão de tratamento para pacientes jovens com linfoma de células do manto.

A presidente da sessão Dra. Anca Prica, do Princess Margaret Hospital, em Toronto (Canadá), disse ao Medscape que, para ela, esses dados são confirmatórios. "Nós já fazemos isso. Nós usamos o rituximabe como manutenção rotineiramente em nossos pacientes após o transplante, tendo extrapolado dados de pacientes não transplantados em outros estudos de linfomas indolentes que mostraram que o rituximabe melhora a sobrevida livre de progressão".

A melhoria na sobrevida global observada nesse estudo foi impressionante, conforme observaram diversos médicos da plateia durante a sessão de perguntas e respostas. Houve, no entanto, alguma discussão sobre o uso de R-DHAP como tratamento antes do transplante – alguns médicos dizem que utilizam R-CHOP, e alguns, como a Dra. Anca, alternam o R-DHAP e o R-CHOP.

O Dr. Le Gouill relata receber consultoria, honorários e/ou fundos de pesquisa de Roche, Janssen-Cilag e Celgene. As declarações dos coautores estão listadas no resumo. A Dra. Anca relata receber honorários de Celgene e Janssen.

58º Encontro Anual da American Society of Hematology. Resumo 145. Apresentado em 3 de dezembro de 2016.

Comente

3090D553-9492-4563-8681-AD288FA52ACE
Comentários são moderados. Veja os nossos Termos de Uso

processing....