Dieta hipocalórica restritiva pode desencadear remissão do diabetes tipo 2

Miriam E Tucker

Notificação

8 de abril de 2016

Uma nova pesquisa mostra que o diabetes tipo 2 é potencialmente reversível com uma dieta hipocalórica por oito semanas, seguida por tratamento cuidadoso do peso por até seis meses.

Os achados foram publicados online em 21 de março de 2016 no  periódico Diabetes Care pela Dra. Sarah Steven da Universidade Newcastle no Reino Unido, e colaboradores.

O pesquisador principal Dr. Ray Taylor, também da Universidade Newcastle, disse ao Medscape Medical News: “No momento do diagnóstico, todos devem ser informados de que o diabetes tipo 2 é potencialmente reversível após perda de peso significativa. Para pessoas com diabetes tipo 2 que lamentam a saúde perdida, existe uma verdadeira solução.  Não é uma opção fácil, mas ela deve ser cuidadosamente considerada, planejada e discutida com o esposo ou parceiro”.

No estudo com 30 adultos que apresentavam sobrepeso ou obesidade e tinham diabetes tipo 2 de duração de seis meses a 23 anos, o peso diminuiu significativamente durante uma dieta principalmente líquida por oito semanas, de 600 a 700 calorias ao dia e 12 dos 30 indivíduos (40%) atingiram níveis de glicemia sérica de jejum de menos de 126 mg/dl. 

Após mais seis meses de um programa intensivo e individualizado de tratamento do peso, 13 de 30 (43%) mantiveram a glicemia de jejum abaixo de 126 mg/dl, mesmo sem qualquer medicação hipoglicemiante.  

O Dr. Taylor disse que “perda de peso significativa pode ser obtida apenas com restrição calórica importante. A transição da dieta líquida de baixa caloria para a alimentação normal requer acompanhamento muito cuidadoso. Esta abordagem à perda de peso substancial em dois passos é bem-sucedida, diferentemente das crenças atuais em como perder peso”.

Mas a especialista em obesidade Dra. Arya M. Sharma, da Universidade de Alberta, Edmonton, é cética: “O fato de que uma dieta de baixa caloria pode reverter o diabetes é conhecido há tempos. A questão principal não é se a perda de peso pode realmente reverter a diabetes ou deixa-la em remissão, mas a durabilidade do efeito. Para um estudo de tratamento de obesidade, seis meses não é muito tempo”.     

A Dra. Sharma acrescentou: “Este é um estudo que comprova um princípio, de que se você perde peso na dieta, existe boas chances de que seu diabetes vai entrar em remissão. Mas pela mesma lógica, se você recupera peso, o diabetes vai voltar”.

Processo em dois passos

A dieta de muito baixa caloria por oito semanas foi constituída de uma fórmula líquida três vezes ao dia, contendo 43% de carboidratos, 34% de proteínas e 19,5 de gordura, que fornecia cerca de 624 kcal ao dia. Pacientes também podiam comer vegetais sem amido e foram encorajados a beber pelo menos dois litros ao dia de líquidos sem calorias e a manter as atividades normais. Apoio individual foi oferecido por telefone, e-mail, mensagens de texto ou contato pessoal.

Após oito semanas, comidas sólidas foram gradualmente incorporadas em quantidades para manter o peso (aproximadamente 1600 a 2000 kcal ao dia, embora o foco fosse no peso das porções).

Os estudos foram conduzidos pelo menos seis dias após o retorno completo dos alimentos sólidos. A remissão do diabetes foi definida como glicemia de jejum menor que 126 mg/dl e este nível foi usado para definir aqueles que responderam à dieta de muito baixa caloria.

Durante a fase de manutenção do peso de seis meses, os participantes receberam um programa individualizado estruturado que incluiu estabelecimento de metas, planejamento de ação e identificação de barreiras, com revisões mensais.

Pacientes com níveis de glicemia de jejum acima de 180 mg/dl em duas ocasiões iniciaram medicações hipoglicemiantes. Apenas um paciente foi excluído após (deliberadamente) não alcançar o alvo mínimo de perda de peso de 3,8%, deixando 29 na amostra final.

Comente

3090D553-9492-4563-8681-AD288FA52ACE
Comentários são moderados. Veja os nossos Termos de Uso

processing....